Skip to content

19 | a bossa nova tem dono

Junho 6, 2008

No ano em que a criação da bossa nova completa 50 anos o Banco Itaú fortalece seu posicionamento de banco preocupado com a cultura nacional lançando o Itaubrasil, que consiste em uma plataforma anual que englobará artes cênicas, artes plásticas, esportes,  cinema, e que estréia com a realização de shows de bossa nova que ocorrerão no Rio de Janeiro e em São Paulo, além de uma exposição que explorara o tema.

O projeto está gerando grande mídia espontânea por dois motivos: primeiro, haverá um show em conjunto entre o Roberto Carlos e o Caetano Veloso onde eles interpretarão bossas novas de grandes compositores como Vinicius de Morais e Tom Jobim.

Segundo, será realizada uma turnê do último remanescente da turma que criou um dos estilos musicais mais conhecidos do mundo, João Gilberto, que se apresentará em São Paulo, Rio de Janeiro e na sua cidade natal, Salvador, onde ele não se faz um show há anos.

O investimento declarado (mas não confirmado) é de R$ 20 milhões para toda a plataforma, que propiciará ao banco a oportunidade de capitalizar sua imagem através de eventos que estão sendo realizados desde março e que terão seu ponto alto no segundo semestre do ano.

O Itaú será o “dono” de um dos principais eventos musicais de 2008, realizando encontros inusitados, com artistas adequados a um target qualificado, ou seja, homens e mulheres com mais de 45 anos, das classes A e B, amantes de bossa nova, e clientes com alto potencial de consumo de serviços bancários.

A promotora do evento, Monique Gardenberg, da Dueto Produções, que também realiza o TIM Festival, deverá transformar as apresentações no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, no Auditório Ibirapuera em São Paulo e no Teatro Castro Alves em Salvador em acontecimentos memoráveis, nos quais o banco terá a possibilidade de criar um vínculo emocional impossível de copiado pelos concorrentes desta série de eventos inesquecíveis.

Além disso, o Itaú realizará inúmeras ações de relacionamentos, estreitando o contato com grandes clientes corporativos, pessoas físicas, políticos além de poder criar ações de incentivo para seus funcionários, utilizando-se de sua cota de ingressos e eventuais sessões fechadas exclusivas.

A exposição será a cereja do bolo e está endo projetada para impactar, além do público tradicional da bossa nova, pessoas mais jovens, pois terá instalações interativas e projeções de alta tecnologia que ajudarão a contextualizar a criação da “batida diferente”.

Para divulgar a plataforma e garantir a apropriação do conteúdo, a agência África, que atende à parte institucional da conta do Itaú, criará uma campanha que terá como foco a importância que o Itaú dá à cultura nacional, e que contrapõe os investimentos em entretenimento do Bradesco, que tem apoiado diversos espetáculos internacionais no Brasil.

Se o Itaú fizer o dever de casa como deve, o que é bem provável que aconteça, ele faturará muito mais que os cerca de R$ 20 milhões investidos, pois ele está oferecendo ao público uma série de eventos que não tem preço em uma data importantíssima para a cultura nacional. Pay-back garantido.

One Comment leave one →

Trackbacks

  1. 28 | look & feel na oca «

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: