Skip to content

28 | look & feel na oca

Setembro 9, 2008

No último dia 7 de setembro se encerrou, na Oca, em São Paulo, a exposição sobre a bossa nova com o patrocínio exclusivo do banco Itaú, sendo um dos principais eventos da plataforma Itaubrasil.

Além do conteúdo, que dá a quem não viveu os tempos áureos da bossa a dimensão do que foi este movimento musical, a exposição é uma aula de aproveitamento do espaço em benefício da marca.

Embora não se veja a marca do banco Itaú espalhada pelos ambientes, a presença dela é sentida através do look & feel da marca. Explico: a decoração e a iluminação foram criados de modo a fazer com que as pessoas ‘sintam’ a presença da marca do banco através de elementos alusivos ela, trabalhados ao longo do tempo em sua comunicação. Clique aqui e veja as fotos de Victor Montenegro.

No primeiro andar da Oca a exposição é dividida em salas em que cada uma delas trata do tangenciamento entre a Bossa Nova e outros estilos musicais. Na entrada destas salas já se percebe a presença da marca, através dos painéis onde as palavras são escritas em laranja, sobre fundo preto, recebendo ainda um importante destaque, conseguido através de efeitos de iluminação.

São três ambientes, cada um com uma decoração diferentes, que têm em comum elementos remetentes à marca: o primeiro com poltronas confortáveis com uma luminária em cima, cuja cor do interior é laranja e que tem formato de um quadrado de cantos arredondados, de onde os visitantes podem assistir a uma projeção nas paredes da venue.

A segunda sala é decorada com pufs laranjas que possibilitando aos visitantes assistir a projeções confortavelmente deitados ao lado de grandes luminárias. A terceira sala tem partituras iluminadas também na cor laranja e um banquinho simulando a presença do visitante em palco de uma orquestra.

O segundo andar da Oca é dominado pela outra cor do banco: o azul. O teto recebe uma gigantesca projeção com imagens do mar que são apreciadas pelos visitantes ouvindo músicas tocadas por um DJ instalado bem no centro do ambiente, que é circundado por um imenso banco contínuo onde estão instalados alto-falantes entre os recostos para cabeça.

Finalizando, foi construída, no subsolo, uma cenografia perfeita do calçadão de Copacabana, além e uma área de vídeos bem dividida por meio de fios e na qual os tapetes têm a silhueta do logo do Itaú, além da iluminação em tons alaranjados.

O cuidado com os detalhes não termina aí. Todas as placas de sinalização tem o formato de quadrado de cantos arredondados, além de haver, ao final da exposição, já no térreo, um grande lounge com mesas que recebem projeções, e confortáveis pufs laranjas e azuis espalhados pelo ambiente.

A Bossa Nova na Oca é uma aula de look & feel e mostra que não é necessário encher o ambiente com logos, banners e backlights para que os visitantes saibam quem está por traz do evento. Grande trabalho da Dueto e de seus fornecedores. Que todos aprendemos com eles.

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: