Skip to content

63 | rbs e globo

Março 15, 2010

Como havia comentado no post anterior, os últimos dias têm sido movimentados no mundo do entretenimento. Além da compra da Planmusic pela Traffic ocorreu a associação da Rede Globo ao Grupo RBS na formação de uma empresa de eventos e entretenimento.

A iniciativa da Globo só vem a confirmar a história de alguns meses atrás que dava conta de uma proposta de aquisição da T4F, a maior empresa de entretenimento da América do Sul, que acabou não se confirmando.

O grupo gaúcho RBS, retransmissor da TV Globo no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, também tinha tentado uma associação com o Grupo ABC que não se confirmou. Especula-se que a Rede Globo pressionou sua afiliada a desistir do negócio com a rede de agências de propaganda, evitando assim um assoreamento de verbas para o próprio canal de TV.

Mesmo sem a parceria com o Grupo ABC, o Grupo RBS montou uma estrutura em São Paulo para a comercialização de seus eventos, abordando anunciantes nacionais, na equipe comandada pelo diretor nacional de comercialização, Cláudio Santos.

A área de entretenimento do grupo RBS realiza mais de 300 eventos por ano, majoritariamente na região sul do país, entre eles os festivais Planeta Atlântida e Floripa Tem.

A TV Globo também tem um portfólio grande de eventos realizados, sendo a maioria em produção conjunta com alguma empresa especializada. Estes eventos, sejam eles esportivos ou musicais, visam preencher a grade de atrações da emissora, diferentemente da que faz a o Grupo RBS que tem nos seus eventos uma fonte de receita incremental à comercialização publicitária dos veículos.

No ano passado a Globo deu um importante passo para o incremento de receitas por parte de eventos próprios a partir da compra do “GP Brasil de Fórmula 1” de Tamas Rohonyi, sendo responsável pela comercialização de propriedades de arena do evento.

Ainda não está claro para o mercado quais tipos de eventos a nova empresa, fruto da negociação entre os Sirotsky e os Marinho, realizará, mas é fato que há inúmeras complementaridades entre as empresas, como por exemplo, o aumento do alcance do grupo gaúcho nos grandes mercados do sudeste, a facilidade na comercialização de tíquetes por meio da empresa especializada do grupo RBS, além do óbvio acesso aos grandes anunciantes por meio de uma equipe comercial estabelecida.

Fica claro que está acontecendo uma grande consolidação do setor de entretenimento, com quatro grupos fortes e competitivos, a T4F, o Grupo ABC, a Traffic e agora o RBS+Globo, o que demonstra a potencialidade dos negócios ligados à diversão, proporcionado pelas melhoras sociais dos brasileiros causas pelo aumento da renda.

A briga pela liderança vai ser interessante, mas a pergunta que não quer calar é: vai ter público para todo mundo?

3 comentários leave one →
  1. Março 22, 2010 12:13 pm

    Muito bom o blog. Vou colocá-lo no blogroll do Além do Show (alemdoshow.wordpress.com), o blog que escrevo com outros autores. Falamos de marketing, feiras e eventos e acredito que o seu blog seja bem complementar ao nosso.
    Um grande abraço e parabéns!

  2. Claudio Barres permalink
    Junho 8, 2010 7:04 pm

    Gostei muito do blog. parabens. Gostaria de me manter conectado a vcs.

    Obrigado,

Trackbacks

  1. 82 | geo eventos «

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: